terça-feira, 1 de novembro de 2011

Sargento Rose cumpriu sua missão!

           A Brigada Militar de Sapucaia do Sul amarga uma grande perda. Nossa queria e amada sargento Rose Mary Luciene Coelho nos deixa, depois de permanecer 22 anos nas fileiras da Brigada Militar.

            A Rose foi e sempre será, em nossas memórias, incontestavelmente um exemplo de honestidade, força de vontade e dedicação à Brigada Militar nas ações de cunho preventivo.

            Sua atividade nos últimos anos foi principalmente junto às crianças, a sargento Rose palestrava para elas na rede escolar de Sapucaia do Sul, perfazendo-se como um verdadeiro referencial, uma pedagoga social que atingiu mais de 10.000 crianças.
Sgt Rose fazendo o que mais gostava: ensinar



            Seja nas palestras, seja no projeto quartel tri-legal, a sargento Rose fazia o que gostava e amava seu trabalho. Isso sempre ficava claro em seu sorriso e no brilho que irradiava de seu olhar, todas as vezes que se referia às crianças. Ela reconhecia a Brigada Militar com sua família.

            A militar estadual foi à primeira mulher promovida a sargento em Sapucaia do Sul. Em sua carreira, com muito orgulho, recebeu diversos prêmios, mas o maior deles, sem dúvida, seja os agradecimentos que as próprias crianças escreviam para ela. Com muito carinho postei na parede de minha sala uma série de bilhetes que as crianças escreveram para a sargento Rose, destaco os seguintes:

Sgt Rose com crianças da APAE


            “Parabéns pelo seu trabalho, és um exemplo”;

          “Sua profissão é muito importante”;

          “Rose temos orgulho de você”.

Sem dúvida, estas frases, refletem a importância da sargento Rose para as crianças de Sapucaia do Sul.

            De minha parte, agradeço a sargento Rose Mary Luciene Coelho por ter proporcionado seu tempo para mim e para nós, Brigadianos e comunidade em geral. Convivi com ela, trabalhamos juntos nos últimos anos. Grandes coisas pude aprender com essa mulher de fibra, garra, coragem, discernimento, postura, opinião forte e muito amor pela sua família e sua profissão. E apesar de suas dificuldades, nunca a ouvi reclamar de nada. Dessa forma, seu exemplo deve ser observado pela nossa sociedade como referencial de ser humano.

            Minha querida Rose, obrigado! Onde quer que esteja e pelo que fizestes em vida, tenho certeza que estará feliz e ainda fará a muitos felizes. Beijo do chefinho.
Sgt Rose







Um comentário:

Prof. Cledir Rocha Pereira disse...

Sgt Rose, como sempre foi chamado por nśo do Sistema de Ensino, deixa um grande vazio.
Dedicada, não apenas na profissão, mas para com seus filhos, em especial Marcelo, que foi meu aluno na 3ª série no anos de 2007.
Rose!
Foi uma grande mulher policial e exemplo de conquistas na nossa sociedade.

Siga em Paz!